Quem sou eu para julgar?

Foi o que disse o papa Bergoglio, ao ser inquirido acerca de sua postura em relação aos que praticam o homossexualismo.

Vejam abaixo como a militância LGBT soube explorar a frase a seu favor. Se Bergoglio realmente é favorável, não faço idéia, e nem mesmo ponho a mão no fogo, deste homem nefasto não espero nada de bom. Mas ainda que neste caso ele não seja favorável ao pecado contra a natureza, sua língua solta foi direta e unicamente responsável por encontrarmos este tipo de gravura na INTERNET:

10534701_739275266109487_2146189000613862106_nPreciso traduzir o que significa?

Por isso diz bem a Escritura:

“Como um espinheiro que nascesse na mão de um bêbado, assim é a parábola na boca do insensato” (Prov. XXVI, 9)

e mais adiante:

“A ciência dos insensatos se reduz a palavras mal digeridas” (Ecto, XXI,22).

Por conta disso, em vista do prejuizo moral que o papa lançou sobre a Igreja, fica-se na dúvida se ele fez isso sem medir as consequências, o que faz dele um tolo, ou se fez isso de propósito, o que o torna um velhaco. Mas das duas formas, o mal está lançado, e vai ser muito explorado, quiçá para enganar os ignorantes, que porventura se deixem persuadir que a doutrina católica mudou…

Penitência e paciência!

Sobre Bruno Luís Santana

Ego Catolicus Romanus sum.
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s