Razões do êxodo dos católicos

São Domingos diante da Crucifixão. Fra Angelico

São Domingos diante da Crucifixão. Fra Angelico

(…) “Quando Eu for levantado, atrairei tudo a Mim” (Jo, XII, 32).

 Essas palavras se referiam, evidentemente, à crucificação. Mas, analogicamente, e com inteira propriedade, podem ser aplicadas à elevação da Hóstia, após a consagração, na Missa, visto que a Missa é a renovação do sacrifício do Calvário.

Primeira Razão: Ora, a Nova Missa escamoteia que a Missa é a renovação do sacrifício da Cruz. Ela escamoteia a noção de sacrifício propiciatório, escamoteia o ofertório, e acentua de modo excessivo a Ressurreição, dando a entender que todos estão salvos com a tradução de “pro multis” com a expressão “por todos”, e não “por muitos”.

    Além disso, vários afirmam que a transubstanciação não é do pão e do vinho no Corpo e Sangue de Cristo, e sim da “comunidade” em Cristo. O povo é que seria transubstanciado e divinizado pela consagração. E o povo é que seria o sacerdote. O celebrante apenas presidiria a assembléia. Daí, a missa ter que ser rezada em vernáculo, e de frente para o povo.

    Alguns desses erros podem tornar certas Missas inválidas. Outras certamente são sacrílegas. Por isso, ou Cristo não é realmente levantado, ou Ele é mal levantado, não obtendo o povo os frutos convenientes da Missa. E tem sido assim há décadas.

    Cristo foi retirado do centro de nossas igrejas. Cristo não é exaltado como deveria ser. É natural então que o povo fuja, procurando o Redentor, que não mais encontra em certas igrejas. O povo fiel foge. As ovelhas se dispersam, e se refugiam em covis de lobos, em seitas e igrejolas heréticas precárias e enganadoras. 

Segunda Razão: outro motivo do êxodo de católicos para igrejolas protestantes e pentecostais foi o ecumenismo do Concílio Vaticano II. Se todas as religiões podem salvar, por que ficar na Igreja Católica que — quand même — exige determinadas coisas que as igrejolas não exigem?

     E a RCC carismática prepara uma ponte atapetada e delirante para os católicos irem às seitas carismáticas confessadamente heréticas, pois RCC e pentecostalismo protestante fazem a mesma coisa! É tudo igual, diz o povo. E de novo, foi o Vaticano II que preparou esse êxodo.


Terceira Razão: 
Uma terceira causa da dispersão das ovelhas fiéis foi a Colegialidade pregada pelo Concílio Vaticano II e aplicada diligentemente, após esse Concílio. Pela Colegialidade, os Bispos se consideram, agora, independentes do Papa. Eles julgam chefiar igrejas autônomas.

    A Colegialidade foi um golpe no poder papal. Os Bispos “obedecem” ao Papa quando concordam com ele. E nem ligam para o Papa, ou o desafiam, quando discordam dele.  A Colegialidade democratizou a Igreja. A Nova Igreja Conciliar é democrática. É relativista.

    Hoje, cada um faz o que quer, na igreja conciliar. Ninguém manda. Sobretudo, ninguém obedece. A Igreja parece que virou república. A Colegialidade feriu o Pastor Supremo — o Papa – e as ovelhas se dispersaram.

Quarta Razão: As heresias e a ignorância do clero modernista. Os sermões do novo clero aggiornato são um descalabro. A Nova Missa fez do sacerdote um show man. E para atrair o povo, os seminários se preocupam em formar padres “simpáticos” (ridículos), “atraentes” (bonitinhos), labiosos” (parladores ignorantes). Já não se distribui ao povo fiel o pão da palavra de Deus. O novo clero demonstra uma ignorância teológica ao nível de suas virtudes…

Exemplo do que foi dito pode ser visto no trecho do livreco abaixo, escrito por padres modernistas:

Infelizmente, a linguagem “Tridentina” (do Concílio de Trento– 1545- 1563), muito certa naquele tempo, é uma espécie de “espelho deformante“:reflete uma figura completamente distorcida para hoje. Tanto assim que a linguagem “moderna” (especialmente dos jovens) não consegue “captar” o sentido de “puríssimo, infinito, perfeito”. Os JOVENS de hoje diriam: “Deus é um barato”, “crer em Deus é uma boa”,”Deus é legal, (…) XYZ” (Padre Luis Bedin, Creio  O Recado Editora, São Paulo, 1996, p. 6. Substitui uma palavra abreviada, mas chula, por XYZ).,

Como um Padre escreve tais barbaridades?! Como isso se publica em letra de forma?!

    Não se sabe o que é maior nesse texto, se a ignorância filosófica, ou se a incapacidade intelectual do autor… para falar respeitosamente…

    Um padre com esse nível intelectual, e com esse cabedal filosófico e teológico pode atrair JOVENS que “captam” mas que não entendem o que ouvem. Porque “captam” pela “linguagem deles“, não pelo intelecto!

    Um padre com essa “linguagem” e com essa ausência de conhecimento — que refletem uma ausência completa de Sabedoria — não pode atrair ninguém, nem JOVENS, por longo tempo. Tanto mais que os JOVENS, passados alguns anos, necessariamente amadurecem.

    O clero JOVEM, porém, não amadurece. Fica eternamente zezinho…

    O clero JOVEM é uma vergonha para a Igreja, e espiritualmente, é um enorme fracasso. Dai as contínuas apostasias e escândalos.

    Toda fonte só dá a água que tem.

    Em épocas de crise da Igreja crescem as seitas, como em lavoura abandonada crescem as ervas daninhas e o mato. Excomungados os erros, porém, se dará um rápido retorno das ovelhas perdidas ao redil.

    Quando Cristo for de novo sacramental e corretamente levantado, Ele atrairá tudo e todos a Ele.

    As seitas se derretem rapidamente ao calor do Sol de Justiça. As seitas são como fogo de palha: queimam rápido, e rapidamente se fazem cinzas, que o vento de Deus varre e faz logo desaparecer. Porque a misericórdia de Deus é infinita. (…) “

Excertos adaptados  de resposta de Orlando Fedeli a consulente do site Montfort. Veja aqui

TheBible-Crucifixion-630-2-jpg_235220

Sobre Bruno Luís Santana

Ego Catolicus Romanus sum.
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Razões do êxodo dos católicos

  1. maria alcina disse:

    Maravilhoso!!!!!!!!!!!!!!!!Sublime!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Eu nunca tinha visto tanta claridade e luz divina em um texto!!!!!!!!!!!!Agora eu entendo sem raiva porque tantos amigos queridos meus são protestantes, seus textos são realmente transparentes e puros sem julgamentos.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s