Ruptura no IBP

Pois é.

Se para quem recusa contato com a igreja modernista já está complicado, quanto mais para quem quer ser católico e se abriga debaixo dela?

Sim, porque ninguém nega quem são os legítimos pastores da Igreja. Mas ninguém pode igualmente negar que a grande maioria é modernista, ou caminha neste sentido…

Agora, para evitar o destino das outras comunidades Ecclesia Dei, o padre Stefano Carusi bateu em retirada, junto com mais um sacerdote e dois seminaristas poloneses: apareceu mais uma nova nomenclatura: Associação de Clérigos São Gregório Magno.

Veja a notícia aqui.

O que não deixa de ser um sinal de que a experiência minguou. Esta nova associação, ao contrário do IBP, até onde li na reportagem, NÃO carece de reconhecimento canônico, ou seja, não é fruto de um acordo entre os ditos membros e a Santa Sé. Querem reivindicar a observância da identidade do Instituto. Mas se a pressão para o afrouxamento veio de Monsenhor Pozzo, sinceramente, não me parece provável que consigam repetir “a dose”, porque a verdade que eles não querem admitir é que Roma perdeu a Fé e não consegue mais tolerar a Sã Doutrina.

Se alguém acha minha afirmação radical, então peço perdão se feri a sensibilidade alheia, mas creio mesmo que Nossa Senhora em La Salette não estava de conversa fiada quando disse nestas mesmas palavras: “Roma perderá a Fé e será Sede do Anticristo“! Ora, não faz muito tempo que Bento XVI pedia a nível mundial uma nova ordem POLÍTICA e financeira… E as melhores interpretações do Apocalipse mencionam que o Anticristo será um líder político apoiado pelo Falso Profeta, que será um líder religioso… De repente estou errado, mas diante do mundo em que estamos, não julgo sensato que nos privemos de nenhuma possibilidade. Nem mesmo desta. Nosso Senhor deu a São Pedro suprema autoridade no governo de Sua Igreja, e mesmo a Infalibilidade, ao definir como dogma de Fé o que sempre fora admitido em todos os tempos e em todos os lugares. Mas isso não tirou a liberdade do Apóstolo em negá-Lo por três vezes, ou a cometer erros posteriores, como no caso dos judaizantes, em que o chefe dos Apóstolos foi repreendido por São Paulo…

Católicos, guardem a Fé em sua integridade. Oração, Penitência, Expiação, Fidelidade e sobretudo Humildade e Fé, porque nada acontece sem o desconhecimento de Deus, e tudo concorre para o bem de quem O ama.

Sobre Bruno Luís Santana

Ego Catolicus Romanus sum.
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s