Obrigações gerais dos clérigos de ordens maiores

Os que receberam as Ordens Maiores, estão obrigados a guardar castidade perfeita, a rezar diariamente o Ofício Divino e a permanecer no estado eclesiástico por toda a vida.

Jesus enalteceu a castidade, dizendo que é um dom do céu concedido somente às almas escolhidas (São Matheus, XIX, 11).

E São Paulo, na 1ª Epístola aos Coríntios cap. VII, 32-33, diz:

Quem está sem mulher, é cuidadoso das cousas do Senhor; e procura o modo melhor de agradar a Deus. Mas o que tem mulher, está cuidadoso das cousas do mundo e de como há de agradar a sua mulher; e assim está com o coração dividido“.

Por isso, a Igreja, regida e governada pelo Espírito Santo, obriga os clérigos de Ordens Maiores a guardar o celibato, afim de estarem mais livres e poderem atender com maior perfeição às cousas de Deus e à salvação das almas.

As obrigações dos clérigos não são um peso, pois Deus as torna leves com sua santa graça.

Abraça-se o estado eclesiástico voluntariamente e não por força; as Ordens Maiores são recebidas só na idade em que o indivíduo conhece claramente o que faz, e aceita livremente as obrigações anexas às Ordens.

Quem, depois de haver recebido as Ordens Maiores, abandona culposamente o estado eclesiástico, é um apóstata, ou seja, um vil desertor do estado clerical.

Sobre Bruno Luís Santana

Ego Catolicus Romanus sum.
Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s