Modo de comungar

Deve-se receber a sagrada Comunhão de joelhos, com as mãos juntas deante do peito, a cabeça medianamente levantada e firme, os olhos voltados para a sagrada partícula, a boca moderadamente aberta e a língua um pouco fora, sobre o lábio inferior.

Deixa-se humedecer um pouco na boca a Sagrada partícula e engula-se o mais depressa possível.

Não se deve mastigar a sagrada Hóstia; tocando-a, porém, com os dentes, não há falta alguma.

Se ela se apegar ao céu da boca, desprende-se com a língua e não com os dedos.

A toalha da Comunhão deve estar de tal maneira que possa recolher a sagrada Hóstia se por acaso cair.

Anúncios

Sobre Bruno Luís Santana

Ego Catolicus Romanus sum.
Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado . Guardar link permanente.

2 respostas para Modo de comungar

  1. julio disse:

    Os judeus perguntam: Como ele poderá nos dar de COMER (= PHAGEIN, em grego) sua carne. Jo 6

    PHAGEIN = MASTIGAR. Portanto eles entenderam de maneira REAL.

    Jesus responde: Quem não COMER (= TROGO, em grego) MINHA CARNE…

    TROGO = DILACERAR COM OS DENTES. Ou seja, Jesus ao invés de mostrar que era simbólico se assim fosse, ele CONFIRMA MAIS ENFÁTICO AINDA, AQUELE QUE NÃO DILACERAR COM OS DENTES MINHA CARNE (POIS MINHA CARNE É VERDADEIRAMENTE UMA COMIDA), NÃO TERÁ A VIDA ETERNA.

    mais infnormação:

    http://www.tradicaoemfococomroma.com/2014/02/eucaristia-mastigar-ou-nao.html

    • Entendo. Mas a antiga prática denota um cuidado para a Sagrada Hóstia seja logo consumida e não fiquem resíduos entre os dentes. Recordemos o contexto geral de extremo cuidado com as toalhas da mesa da comunhão, as purificações que o sacerdote faz na patena e cálice (pós comunhão) e a preocupação com as Sagradas Espécies, para que não caia um mínimo resíduo. E lembremos finalmente que o objetivo da Comunhão não está na forma como se digere a Hóstia. O que está dito no tópico é uma recomendação tradicional, não chega a ser uma ordem, nem uma lei, nem mesmo uma imposição, mas fruto de um cuidado inserido em um contexto geral (o trato das Sagradas Espécies).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s