Tempo próprio para cumprir o Preceito Pascoal

Conforme a lei geral da Igreja o tempo próprio para a desobriga começa no Domingo de Ramos e vai até o primeiro Domingo depois de Páscoa.

No Brasil começa na dominga de Setuagésima e vai até a festa de S. Pedro e S. Paulo, dia 29 de Junho.

Tenebrae (ofício das Trevas) rezado na quarta-feira da Semana Santa, ou seja, dentro do período do Preceito de Páscoa

Quem não cumpre o Preceito Pascoal peca mortalmente.

Este preceito é de tanta importância, que nem mesmo os enfermos estão dispensados de cumpri-lo. Quando os enfermos estão impossibilitados de ir à igreja devem receber a Comunhão Pascoal em sua casa, ainda que a doença não seja grave.

Quem não cumpriu o Preceito Pascoal no tempo devido, deve cumpri-lo quanto antes.

As palavras ao menos uma vez ao ano indicam que é melhor confessar-se e comungar a miúdo.

Há também obrigação de confessar-se e comungar em perigo de morte.

Sobre Bruno Luís Santana

Ego Catolicus Romanus sum.
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s