Não são boas todas as religiões

Assim como há moedas falsas, há também religiões falsas.

Não podem ser boas todas as religiões.

judeus haredim Hassídim

Não é boa a religião que manda adorar os ídolos e oferecer sacrifícios humanos.

Como também não são boas todas as religiões que se chamam cristãs: pois uma afirma o que a outra nega.

Por conseguinte, ou uma ou outra delas está em erro.

Todas as religiões estão de acordo em algumas verdades, como por exemplo: que existe Deus, que é necessário honrá-lo, etc.

As religiões falsas têm sempre alguma cousa ou muito da verdadeira.

Nem tudo é falso, pois, o que ensinam as religiões falsas.

Há muitas religiões, porque homens perversos quiseram modificar, conforme o próprio gosto, a religião verdadeira.

A falsidade de uma religião está naquilo que se afasta da verdadeira.

Para conhecer qual a religião verdadeira, não é necessário conhecer e examinar todas as religiões, pois isto seria impossível.

A razão natural nos dita que devemos amar e servir a Deus, pedir-lhe luz para conhecer a verdade e segui-la prontamente ao conhecê-la.

Quem assim procede, faz todo o possível para seguir a verdadeira religião.

E quem faz tudo quanto pode, não está obrigado a mais.

Ninguém se condena por não ter praticado o que, sem culpa, não conheceu.

Quem, por erro involuntário, professa uma religião falsa, crendo, em boa fé, que é a verdadeira e procura amar e servir a deus o melhor que pode, salvar-se-á.

Só Deus é o juiz das consciências. Ele sabe quem está  voluntária ou involuntáriamente no erro.

Quem percebe que a sua religião é falsa , deve deixá-la e abraçar a verdadeira.

Não pode seguir a religião dos próprios pais, aquele que conhece que ela é falsa.

A religião contém:

DOGMAS, PRECEITOS E MEIOS PARA HONRAR A DEUS.

Dogmas são as verdades fundamentais da religião.

Há verdades que a nossa inteligência pode compreender, como a existência de Deus, etc.; outras, que lhe são inacessíveis.

Chamam-se Mistérios as verdades que a inteligência humana não pode compreender, como a SS. Trindade, etc.

Não é de estranhar que haja mistérios na religião, pois também os há, e muitos, na natureza.

Preceitos são as leis que a religião impõe.

Os meios para honrar a Deus e santificarmo-nos são; a oração, o santo sacrifício, etc.

Sobre Bruno Luís Santana

Ego Catolicus Romanus sum.
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s