NOÇÕES GERAIS

A todos os leitores deste blogue, desejo muito boas vindas.

Que Deus, Nosso Senhor, pela intercessão da Santíssima Virgem conceda através deste modesto apostolado a graça de abrir a inteligência dos que ignoram, quebrar a resistência dos recalcitrantes e confirmar na fé os que crêem.

Gostaria de dizer apenas que, para este blogue, contento-me em apenas expor o conteúdo de livretos que alimentaram a fé de tantas pessoas há décadas atrás, e que LAMENTAVELMENTE foram postos de lado pelas livrarias que se dizem católicas, e infelizmente, também pela gigantesca maioria do nosso tão decadente clero, que, seduzido pela cupidez de coisas novas, demonstra ter esquecido aquela grave passagem da Sagrada Escritura:

“Porque virá tempo em que os homensnão suportarão a doutrina da salvação. Levados pelas próprias paixões, ajuntarão para si mestres. Apartarão os ouvidos da verdade e se atirarão às fábulas” (II Tm IV,1-4)”.

Claro. Existem os católicos fiéis no laicato e no clero, porque Nosso Senhor garantiu que as portas do Inferno jamais prevaleceriam sobre a Igreja. Mas vivemos tempos de trevas… Tempos de perseguição camuflada aqui, declarada acolá…

Deo Gracias. O que seriam dos católicos se não houvessem tribulações?

Finalizo informando que, para o corpo deste blogue utilizarei predominantemente o livro INSTRUÇÃO RELIGIOSA, e como complemento, colocarei excertos de dois outros livros, que serão sempre – bibliograficamente – mencionados no início da postagem: trata-se dos livros Luz do Céue O pequeno missionário“.

Portanto, todas as postagens sem referência bibliográfica provirão do livro Instrução religiosa.

E falando em bibliografia, eis as fontes:

Instrução religiosa: o cristianismo – seus dogmas, suas orações, seus mandamentos e sacramentos. 2ª Edição Brasileira, Livraria Salesiana Editora, largo Coração de Jesus – São Paulo, 1949.

Luz do Céu: Curso de Religião para o Ginásio. 1º tomo: o Credo. Edição: Livraria da Doutrina Cristã, Edições Salesianas, 1958.

O Pequeno Missionário, dos Missionários da Congregação da Missão, editora Vozes, Petrópolis, 8ª edição, 1958

U.I.O.G.D.

 UT IN OMNIBUS GLORIFICETUR DEUS

Em tudo seja Deus glorificado!)

 

***

Para que estamos na Terra

Cem anos atrás, e muito menos ainda, não existíamos.

Agora existimos, estamos neste mundo.

Daqui a algum tempo, talvez muito em breve, morreremos.

É muito justo e razoável, pois, que indaguemos seriamente:

Quem nos deu o ser?

Para que estamos neste mundo?

A razão iluminada pela fé nos diz que:

 Deus nos creou para conhecê-lo, amá-lo e servi-lo nesta vida, e depois gozá-lo para sempre na outra.

O fim para o qual Deus nos creou, é tão elevado e excelente, que não há outro superior.

Os Anjos do céu e Maria Santíssima não têm fim mais elevado.

Nosso fim é infinitamente grande.

Estamos na terra unicamente para servir a Deus e ganhar o céu.

Por conseguinte, é nisto que devemos pôr todo o nosso esforço e diligência.

Serve-se a Deus guardando os seus mandamentos.

A religião verdadeira nos ensina quais são estes mandamentos.

Anúncios

Sobre Bruno Luís Santana

Ego Catolicus Romanus sum.
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s